5 de jun de 2009

Projeto Cultura nas Cidades faz inclusão social em Ceilândia

A partir deste domingo (07/05), o Projeto ‘Cultura nas Cidades’ dá mais um passo rumo à democratização da cultura no Distrito Federal. O projeto passará a inserir em sua programação semanal, ao menos uma atração, cujo artista tenha alguma deficiência. Em Ceilândia, dando início a mais esta proposta de cultura inclusiva, quem sobe ao palco é o tecladista e cantor Ariosto, deficiente visual, e morador da cidade.
Desde 2007 a Secretaria de Cultura, por meio de sua Diretoria de Inclusão Cultural, têm-se preocupado com a possibilidade de levar a arte para todas as pessoas. De lá para cá, muitos foram os avanços. Em 2007, em uma iniciativa inédita, o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro adaptou um espaço reservado para os cegos. A partir desta edição, o grupo passou a contar com a audiodescrição.
Com o bom resultado da experiência, em 2008, veio mais uma mudança. Os filmes passaram a ser legendados, permitindo que os deficientes auditivos acompanhassem às Mostras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário