17 de dez de 2012

STF determina perda de mandatos de deputados condenados por mensalão


Com o voto do ministro Celso de Mello, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou nesta segunda (17) que os 25 condenados no julgamento do mensalão perderam os direitos políticos e, por consequência, perderão o mandato parlamentar os três deputados federais condenados no processo: João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar da Costa Neto (PR-SP). A decisão em relação à perda dos direitos políticos foi unânime. No caso da perda de mandato, o resultado foi 5 a 4 - quatro ministros entenderam que, apesar da perda dos direitos políticos, caberia à Câmara deliberar sobre a cassação do mandato. Os demais - que venceram a votação - entenderam que a decisão do Supremo é definitiva e não precisará passar por deliberação da Câmara. “Ficam suspensos os direitos políticos de todos os réus condenados, e por votação majoritária ficam...

10 de dez de 2012

6,5 mil vagas para professor temporário


Foram abertas nesse domingo (9) as inscrições para o processo seletivo para contratação de 6,5 mil professores substitutos temporários da Secretaria de Educação. Os interessados podem se inscrever até o próximo dia 23, pelo endereço eletrônico http://www.iades.com.br. Os selecionados integrarão o Banco de Reservas da Secretaria de Educação, e podem ser convocados a qualquer momento, de acordo com a necessidade de cada escola. O contrato não produzirá vínculo empregatício com o GDF. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por uma das duas áreas de atuação. A primeira inclui os anos finais do ensino fundamental, ensino médio e profissional e 2º e 3º segmentos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Já a segunda área contempla ...

6 de dez de 2012

Cerca de 2 mil pessoas já passaram pelo velório de Niemeyer


Uma multidão aguardava para prestar as últimas homenagens, quando, às 16h40, o público foi liberado para participar do velório do arquiteto Oscar Niemeyer. Uma fila foi formada na Praça dos Três Poderes até a rampa de acesso ao Salão Nobre do Palácio do Planalto, onde ocorre a solenidade póstuma. A sede do governo federal foi projetada pelo próprio arquiteto. Segundo a Polícia Militar, cerca de 2 mil pessoas já passaram pelo velório. Como as filas continuam extensas, caso a procura siga o mesmo ritmo, o número pode chegar a 5 mil. Com lágrimas, cartazes e gestos, o público quer demonstrar a admiração pelo gênio da arquitetura. A estudante de arquitetura Luiza Solano, 21 anos, não segurou o choro. Nas mãos, um cartaz com uma frase dita por Niemeyer:...