31 de ago de 2009

Brunelli expulso do DEM


Vai parecer estranho, mas é fato: o deputado distrital Júnior Brunelli pediu para ser expulso do DEM... Ele quer o aval do comando regional da legenda para migrar para outro partido, provavelmente para o PP, e concorrer a um mandato de senador em 2010, sem correr o risco de ser acusado de infidelidade partidária. A proposta foi apresentada dia 27 à direção regional do DEM. Mas a chance de ele conseguir o que quer é bem pequena. Detalhe: Brunelli tem o apoio de outros dois integrantes do quarteto fantástico -- Eliana Pedrosa e Leonardo Prudente, ambos do DEM. Eles sempre agem em conjunto, não é?

PALAVRAS NA BRISA NOTURNA

Termina nesta segunda-feira, com uma sessão especial para convidados, a temporada da peça Palavras na Brisa Noturna no Teatro da Cia dos Atores, na Lapa-RJ.

No espetáculo inspirado no livro As Boas Mulheres da China, da jornalista Xiran Xue, o ator, diretor, e roteirista global Fábio Porchat retrata em cinco monólogos escritos a partir dos casos verídicos expostos no livro, o drama vivido pelas mulheres ao longo do século XX. A montagem é estrelada por Patrícia Vaquez, Cris Rudolph, Regina Gutman, Fernanda Maia, e pela atriz brasiliense Pollyanna Rocha, que dá um show de interpretação.

Depois de uma pré-estréia na FLIP – Festa Literária de Parati, onde foi aplaudidíssima pelo público e, pela autora do livro que esteve no Brasil para participar da FLIP, a peça estreou no início de julho no Rio de Janeiro onde igualmente obteve sucesso junto ao público e da crítica especializada.

Diante do sucesso alcançado, o diretor Fábio Porchat está à procura de bons espaços e em plena negociação com patrocinadores para iniciar uma turnê pelas principais capitais do país.

Ficha Técnica:Texto e direção: Fabio PorchatPeça livremente inspirada no livro "As boas mulheres da China".Elenco: Patrícia Vazquez, Cris Rudolph, Pollyanna Rocha, Fernanda Maia e Regina GutmanTécnica Alexander: Valéria CamposFigurinos: Samuel AbrantesCenário: Cláudio Torres GonzagaTrilha Sonora: Paulo CarvalhoDireção De Produção: Damiana Guimarães e Liliana Mont SerratProdução: Fabio Porchat e Bloco Pi Produções Culturais e Eventos.
Foto: Bruno de Lima/ Divulgação

27 de ago de 2009

Pra quem vai o espólio político de Eliana Pedrosa?

As especulações de que Eduardo Pedrosa (foto), irmão caçula da secretária de Desenvolvimento Social, Eliana Pedrosa, se filiaria no PSC para herdar o seu espólio político deixaram deputados distritais preocupados. Eduardo Pedrosa sempre foi conhecido pela atuação nos bastidores e agora estaria cogitando assumir o posto da irmã como candidato a deputado, caso ela consiga a vaga de conselheira do Tribunal de Contas do DF. Os distritais de seu grupo político não gostaram da ideia. Eles esperam que, ao virar conselheira, Eliana transfira seus cabos eleitorais e sua base política para os aliados. Não gostariam de ter de enfrentar um novo concorrente na próxima campanha.

26 de ago de 2009

Abadia no PV, será?

A ex-governadora Maria de Lourdes Abadia deu uma entrevista exclusiva e imperdível ao DF Nótícias desta semana. Abadia diz estar conversando com diversos partidos do Distrito Federal para avaliar um possível desfiliação do PSDB - legenda a qual faz muitas críticas como, por exemplo, a de ter uma nominata muito fraca para 2010. E um dos partidos com quem conversou foi o PV.
Abadia parece ter sido tocada pelo fenômeno Marina Silva. E se inspirado na história da ex-minstra para construir um cenário igual no Distrito Federal. Cogita a possibilidade de sair candidata ao GDF, com isso provocar um segundo turno na disputa e ter o apoio cobiçado com muito mais valor.
A tucana diz ainda não saber o que fazer. “Tem um tabuleiro e estou olhando as peças se mexerem”. Mas já dá a dica de onde quer encaixar sua rainha.

Heloisa Helena Presidente


O lançamento da nova candidatura da ex-senadora Heloísa Helena à Presidência da República teve o efeito prático de desestimular os militantes do PSOL que falavam em uma coalizão nacional com o PV, apoiando a candidatura presidencial da senadora Marina Silva. Há uma dupla lógica nessa postura. Primeiro, confere-se visibilidade para candidaturas regionais e parlamentares, ajudando a viabilizar o partido. Depois, dá-se um passo a mais para um segundo turno, dando aos candidatos minoritários poder de negociação. É evidente que a candidatura de Heloísa Helena não é definitiva e que uma aliança ainda pode sair, mas o passo inicial está dado.

Impulso vale para o DF.

No caso do Distrito Federal, o impulso à candidatura própria no plano federal reforça a proposta de uma chapa independente. Toninho Andrade reforça-se como candidato a governador e Maninha, como puxadora de votos para a Câmara Legislativa. Claro, ainda há muita água a rolar por baixo da ponte.

Na Câmara Legislativa, PT mantém postura anti-Roriz

Por quatro votos favoráveis e um contrário, a Comissão de Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa aprovou as contas de 2005 do governo de Joaquim Roriz (PMDB). O relator, Cristiano Araújo (PTB), pediu a confirmação do parecer prévio do Tribunal de Contas do DF que aprovou a prestação de contas com algumas ressalvas e foi seguido por Benedito Domingos (PP), Eurides Brito (PMDB) e Brunelli (DEM). O voto pela rejeição partiu do deputado Paulo Tadeu (PT), que inclusive apresentou relatório separado, preparado com detalhes por sua assessoria.
Resultado: o PT continua reforçando sua posição anti-Roriz.

25 de ago de 2009

O peso do voto evangélico


Não é à-toa a pressão dos evangélicos nas articulações para as eleições do Distrito Federal em 2010. De acordo com pesquisa do Instituto Global, que entrevistou 4.030 pessoas em todo o DF, entre os dias 12 e 16 de agosto, a religião evangélica é a segunda maior na capital federal. O levantamento apontou que 51% dos entrevistados eram católicos, seguidos de 32% de evangélicos. Em relação à população do DF hoje, esse índice representaria nada menos que 800 mil pessoas fiéis à religião.
Ainda segundo a pesquisa, 6,5% dos entrevistados disseram ser espíritas e 5% umbandistas. Pouco mais de 5% disse ter outras ou nenhuma crença religiosa.

24 de ago de 2009

O fim da política das cores


A líder do PT na Câmara Legislativa, deputada Erika Kokay, protocolou semana passada na Casa um projeto para acabar com a briga política das cores no Distrito Federal. Ou pelo menos para evitar que ela chegue às repartições públicas do GDF. A proposta é proibir que o candidato eleito governador mude as cores usadas em logotipos, prédios e equipamentos públicos para as cores de seu partido ou de sua campanha eleitoral.
A ideia da deputada é encerrar de uma vez com esse troca-troca de identidade no GDF, tão conhecido dos brasilienses. Na época da gestão petistas, os símbolos eram vermelhos. Joaquim Roriz chegou e pintou tudo de azul - o peemedebista chegou a exibir um Papai Noel azul no Natal de 2000. Com a chegada de José Roberto Arruda ao Buriti, tudo foi trocado por verde.
Caso seja aprovada, a propota fará com que governante e subordinados desobidientes devolva ao Estado o valor gasto com as mudanças mais uma multa a ser definida pelo órgão fiscalizador.

Patrocínio para Beija-Flor

Na última quinta-feira, o secretário de Cultura, Silvestre Gorgulho, o chefe da Casa Civil, José Geraldo Maciel, e o presidente da Brasiliatur, João Oliveira, assinaram o contrato de patrocínio no valor de R$ 3 milhões para o desfile da escola de samba Beija-Flor. O valor representa cerca de 20% do custo total do desfile da escola no próximo carnaval, com samba-enredo sobre o cinquentenário de Brasília.

Peça de teatro para cegos


Alírio Neto (PPS) vai apresentar na próxima quarta-feira sua peça de teatro a cerca de 100 estudantes com deficiência visual numa escola pública na Asa Sul. O deputado distrital que está licenciado para exercer o cargo de secretário de Justiça e Cidadania tem apresentado um monólogo sobre o combate ao uso de drogas entre jovens do Distrito Federal. É uma forma louvável de se mostrar ao eleitor.

20 de ago de 2009

Projeto Jovem Cidadão chega ao Gama nesta sexta-feira


O Secretário de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejus-DF), Alírio Neto, levará ao Gama, no dia 21 de agosto, às 9 horas, o Projeto Jovem Cidadão. O objetivo é cadastrar 700 jovens daquela cidade - que foram dispensados do serviço militar obrigatório - durante a solenidade de juramento à Bandeira.O evento será na Praça Itapuã, Área Especial n° 2 do Setor Leste do Gama.
Após o ato, o secretário Alírio Neto entregará aos rapazes o Kit Cidadão com símbolos da pátria e cartilhas com informações e dicas sobre cursos profissionalizantes e programas estudantis. Segundo Alírio, o objetivo é qualificar os jovens e encaminhá-los ao mercado de trabalho. “Eles não podem ficar ociosos pelo fato de não servirem às Forças Armadas. Por isso, a secretaria quer capacitá-los e direcioná-los para o mercado de trabalho”.
Na semana passada, o programa foi lançado em Sobradinho e mais de 500 jovens foram cadastrados. Amanhã, a novidade será uma palestra oferecida pela Secretaria, orientando os presentes de como se comportarem em uma entrevista de emprego. O propósito é fazer com que esses jovens tenham melhor resultados na disputa por uma vaga no mercado de trabalho.
Segundo o coordenador do projeto, Todi Moreno, da Coordenação para Assuntos da Criança, do Adolescente e da Juventude (CACAJ), a Sejus está fechando parcerias com novas empresas e escolas que vão capacitar e recrutar os jovens para trabalhar. “Os cursos de informática serão ampliados e os jovens que não concluíram os estudos serão encaminhados para cursos supletivos. As empresas já disponibilizaram algumas vagas e estamos analisando os cadastros para indicá-los”, explica Moreno.

Agnelo lança blog

Pré-candidato do PT ao governo, Agnelo Queiroz agora tem um blog em que divulgará o que pensa e fará análises sobre a conjuntura.

Veja algumas das posições colocadas pela primeira vez tão claramente:

Interesse dos adversários
" A quem interessa alardear que o PT ainda não definiu quem será seu candidato ao governo do Distrito Federal? Aos adversários, claro. A indefinição gera dúvidas nas pessoas e dificulta as conversas políticas com possíveis aliados. E ainda por cima reforça na sociedade uma imagem negativa que tem o PT: de um partido sempre dividido e envolvido em lutas internas".

Apoio a outro candidato no primeiro turno é impossível
"Algum petista do Distrito Federal imagina o partido abdicando de ter candidato próprio ao governo e apoiando o ex-governador Joaquim Roriz (PMDB), o senador Gim Argello (PTB) ou o governador Arruda (DEM)? Certamente essa possibilidade não é considerada por nenhum militante do Partido dos Trabalhadores, de outros partidos tradicionalmente aliados e de milhares de eleitores".

Vários palanques para Dilma
"Esperamos que o PMDB e o PTB do DF apoiem Dilma. Se o governador Arruda também quiser apoiar nossa candidata, ótimo. Mas o PT terá seu candidato ao governo do DF".

Quem quiser conhecer, o endereço é http://www.blogdoagnelo.com.br

19 de ago de 2009

DISPUTA ENTRE DELEGADOS


A disputa política dentro da Polícia Civil é forte. O ex-diretor da corporação, deputado federal Laerte Bessa (PMDB), escudeiro do ex-governador Joaquim Roriz, não teve sucesso na estratégia de avançar território que é agora de José Roberto Arruda (PSDB).

O candidato de Bessa, seu chefe de gabinete, o delegado João Rodrigues, perdeu hoje a eleição para Associação dos Delegados da Polícia Civil do DF (Adepol). O grupo de Bessa já controla o Sindicato dos Delegados e tentava fincar bandeira na associação. Mas quem ganhou a votação com cerca de 230 votos foi José Werick, que conseguiu se reeleger. Vitória para o grupo do atual diretor da Polícia Civil, Cléber Monteiro, que é escudeiro de Arruda e do Deputado Alírio Neto.

A eleição para Adepol contou com aparato de eleição política, com cabos eleitorais empunhando bandeiras e fazendo boca de urna. A tropa de João Rodrigues fazia mais vista, porém não conseguiu convencer a maioria dos delegados a votar nele.

DISPUTA ENTRE OS ADVOGADOS


Primeiro foi Francisco Caputo Bastos a lançar oficialmente a candidatura à presidência da OAB-DF, em junho. Há duas semanas, o grupo da atual presidente Estefânia Viveiros lançou Ibanes Rocha. Nesta terça-feira, é a vez de Ulisses Borges de Resende reunir seus apoiadores. A candidatura será lançada às 19h, em coquetel, no Brasilia Hall. Encabeçará a chapa Nova Ordem. "Queremos dar um choque de democracia na OAB e fazer uma transformação digna do século 21". Ele defende o fim da reeleição para presidência da OAB. Também há um quarto candidato, o advogado Esdras Dantas.

Troca troca de partido


Dois democratas migram nesta semana para o PSDB: o presidente da Terracap, Antônio Gomes, e o ex-PM Aires Costa - que concorreu a uma vaga de deputado distrital em 2006 e obteve 7.090 votos. O ato de filiação dos novos tucanos ocorrerá quinta-feira (20) na sede do PSDB-DF. Começa, assim, a formação da nominata do partido para a disputa eleitoral de 2010.


O ex-PM Aires Costa negou que esteja de mudanças para o PSDB. Ele já deixou o DEM, mas ainda não tomou uma decisão sobre para onde ir. Disse que vai deixar a decisão para a última hora. A filiação era considerada certa pela direção do PSDB. O ato de filiação de novos tucanos seria hoje, passou para quinta-feira e acabou transferido para quarta-feira da próxima semana.

Antônio Gomes está confirmado. Depois de 20 anos, deixará o DEM para entrar no PSDB.

17 de ago de 2009

Novos tucanos


Se a ex-governadora Maria de Lourdes Abadia e a deputada distrital Jaqueline Roriz deixarem o PSDB como parece provável, o partido mais do que nunca vai se tornar reduto arrudista.

Como a legenda é uma grife e terá candidato forte à Presidência da República, seja com José Serra ou Aécio Neves, aliados de Arruda devem migrar para o partido.

Todas essas articulações serão feitas no finalzinho de setembro e início de outubro, prazo final para mudanças de partido com vistas às eleições de 2010.

Entre os que podem virar tucanos estão José Humberto Pires, Alberto Fraga e Raimundo Ribeiro.

Quarto lugar


O Distrito Federal já tem 2.606.885 habitantes!

É o quarto centro urbano do país, atrás das capitais São Paulo (11.037.593), Rio de Janeiro (6.186.710) e Salvador (2.998.056). Os dados são do IBGE.

14 de ago de 2009

Marina e o 2º turno no DF

A possível candidatura da senadora Marina Silva à Presidência da República em 2010 já está movimentando as articulações políticas também no Distrito Federal. A leitura política é de que a entrada de Marina na disputa acabará levando a eleição presidencial ao segundo turno. Isso irá valorizar os palanques de segundo turno nas eleições estaduais.
Quer dizer, se Marina provocar um segundo turno entre Dilma Roussef (PT) e José Serra (PSDB), ou quem quer que seja o candidato tucano à presidência, será fundamental para o PT que haja segundo turno também nos estados.
No Distrito Federal, cresceria a necessidade de os petistas provocarem um segundo turno na disputa, já tão polarizada, entre as três forças da cidade - o governador José Roberto Arruda, o ex-governador Joaquim Roriz (PMDB) e o próprio PT. Se for o candidato petista um dos adversários a vencer o primeiro turno, problema resolvido.
Agora se forem Arruda e Roriz os candidatos a passarem para a segunda etapa da disputa, o PT terá de tomar partido. E terá de ser a favor do peemedebista, se o PMDB se confirmar na base de apoio a Dilma. Isso porque o palanque de Arruda já estará destinado a José Serra.
No final da história, há quem diga que a candidatura de Marina Silva servirá como o pretexto perfeito para justificar, em Brasília, uma aproximação do PT com o antigo rival Joaquim Roriz.

13 de ago de 2009

Justiça na hora


O diretor-geral do Na Hora, Luiz França, inaugura amanhã na Unidade de Ceilândia um posto avançado da Justiça Federal, a Seção Judiciária do DF. A cerimônia de inauguração será às 10h, com a presença do secretário de Justiça, Alirio Neto, o diretor do Foro da SJDF, juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, e o coordenador do Juizado Especial Federal, juiz Vallisney de Souza Oliveira. A iniciativa resulta na parceria entre a Justiça Federal e a Secretaria de Justiça do GDF que teve início em 2004 com a inauguração de um posto judicial para emissão de certidão negativa no Na Hora da Estação Rodoviária, no Plano Piloto.

12 de ago de 2009

Isso é que é ecumenismo...

O deputado Robson Rodovalho integra o grupo do governador José Roberto Arruda, mantém relação de fé com o vice-governador Paulo Octávio, frequentador da Sara Nossa Terra, começou na política com apoio do ex-governador Joaquim Roriz e tem muita simpatia pelo petista Agnelo Queiroz. Com quem o Bispo Rodovalho vai fechar em 2010? Com quem agradar mais o segmento evangélico, ou seja, abrir espaço considerável na chapa majoritária.

Desabafo polêmico por email


Um email enviado pela ex-administradora da Estrutural, Bete Guilherme, a um assessor direto do governador José Roberto Arruda tem movimentando as rodinhas políticas do DF. Na correspondência, Bete faz queixas e críticas ao GDF e diz nunca ter conseguido espaço para trabalhar nas administrações que conduziu - antes da Estrutural ela era responsável pela Administração Regional do Riacho Fundo.
No desabafo, a ex-administradora diz que não contou com recursos para as obras nas cidades e que, se a aprovação do governador anda baixa na Estrutural não é culpa dela. A carta tem corrido de mão em mão e ainda promete render muita conversa.

Pressão da turma de Agnelo

As correntes do PT brasiliense que apoiam a candidatura de Agnelo Queiroz ao governo do Distrito Federal reúnem-se hoje em um local escolhido a dedo: a sede nacional do partido, no Setor Comercial Sul. Em princípio, nenhum integrante da cúpula estará por lá, só o time da capital. Mas o tema da reunião se relaciona diretamente com um determinação do diretório nacional, que transferiu para o ano que vem todas as definições sobre candidaturas regionais. Os partidários de Agnelo argumentam que é preciso romper o impasse. Afinal, eles fizeram e refizeram as contas para confirmar que as correntes solidárias ao ex-ministro somam 90% do PT brasiliense. Ficam, porém, amarrados pela premissa do diretório: se houver dissenso fica tudo para o ano que vem. E na capital o dissenso tem nome e endereço. É, solitariamente, o deputado Geraldo Magela.

11 de ago de 2009

Câmara orienta funcionários sobre a nova gripe


Um médico informa sobre os principais sintomas e o que fazer se aparecerem os sinais da nova gripe. Também foram instalados recipientes com álcool em gel para higiene das mãos. E ainda por conta da doença, a Diretoria do Senado suspendeu as visitas de turistas. A Secretaria de Trabalho também tira dúvidas dos servidores e do público em geral sobre a gripe A, na Agência do Trabalhador do Setor Comercial Norte. Na Universidade de Brasília (UnB), professores recebem instruções até sexta-feira (14), no auditório do Campus de Planaltina. O início das aulas foi adiado para segunda-feira, 17 de agosto.

10 de ago de 2009

Mais um partido


Eleito presidente regional do novo Partido Pátria Livre, o ex-deputado Marco Antônio Campanella avisa que saiu de bem com o PMDB. Afinal, lembra, permaneceu no partido por 32 anos. Pretende manter relações próximas com o antigo partido. Afinal, tem fortes vínculos com o presidente do PMDB, Tadeu Filippelli. O Partido Pátria Livre conta com um trunfo para a obtenção das assinaturas necessárias para garantir registro definitivo. É herdeiro direto do MR-8, organização de resistência ao regime militar que se abrigou no PMDB, mas manteve sempre vida própria, com estrutura nacional, militância e até veículos de mídia. Traz também uma bandeira. Marco Antônio Campanella acha que o Brasil conseguiu avançar bastante na política, com a construção de instituições democráticas, mas ainda lhe falta muito para conseguir um desenvolvimento econômico independente. É mais uma herança do antigo Oito.

Eliana mais perto do TC


A deputada distrital Eliana Pedrosa (foto) já avisou, no Buritinga, que voltará à Câmara Legislativa dentro de pouco tempo. Oficialmente, a Secretária de Desenvolvimento Social quer participar do processo de elaboração do orçamento do Distrito Federal, que deve ser enviado ao Legislativo em setembro. Oficiosamente, já revelou a colegas de equipe que não pretende voltar ao governo. Gostaria de deixar a Câmara direto para o Tribunal de Contas do Distrito Federal. Caso decida intensificar os contatos nesse sentido, é possível até que Eliana retorne antes para a Câmara. Afinal, a vaga se abre em setembro mesmo, com a aposentadoria compulsória do presidente Paulo César d'Ávila. Há um complicador no caminho da ainda secretária Eliana Pedrosa. Até as paredes do Buritinga sabem que o governador José Roberto Arruda gostaria de colocar no Tribunal de Contas o seu chefe de gabinete, Domingos Lamoglia. É um companheiro de longa data, que começou a trabalhar na CEB com o engenheiro Arruda. Por outro lado, Eliana Pedrosa faz parte da equipe do governador desde o início e seu trabalho tem sido muito elogiado, a ponto de, nas duas oportunidades em que a secretária retornou à Câmara, ter deixado seu adjunto guardando o lugar na cadeira. Só se abre nova vaga no Tribunal de Contas do Distrito Federal em abril do ano que vem, quando se aposenta o conselheiro Jorge Caetano. Como Paulo César d'Ávila, por completar 70 anos.

7 de ago de 2009

Menor infrator no STF

Os menores infratores de Brasília, quem diria, podem acabar no Supremo Tribunal Federal. O secretário de Justiça, Alirio Neto (foto) e o presidente do Supremo, Gilmar Mendes, acertaram os detalhes para um convênio que pretendem assinar ainda em agosto. O objetivo é aproveitar os adolescentes infratores do Sistema Socioeducativo no Distrito Federal em estágio no STF. Conforme o secretário, a iniciativa vai permitir que os adolescentes do sistema – Caje ou Ciago são os centros de internação mais conhecidos – tenham uma profissão e, ainda, possam se aperfeiçoar quando do final de suas medidas. “O estágio será remunerado e para participar, o adolescente deve ter bons resultados escolares e comportamentais", avisou.

Fogo amigo


A defesa apresentada pelo deputado Tadeu Filippelli ao pedido de intervenção nacional no PMDB-DF feito pelo deputado Laerte Bessa contém uma alfinetada no ex-governador Joaquim Roriz. Filippelli afirma que Roriz não apareceu na propaganda gratuita do partido em 2007 e 2008 porque não quis. Teria sido uma posição pessoal porque ele estaria com a imagem desgastada devido às denúncias de quebra de decoro que levaram à renúncia ao mandato no Senado. Muy amigos... (com informações do blog da Ana Maria Campos).

6 de ago de 2009

MP investiga Roriz por imóveis suspeitos

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) instaurou oficialmente inquérito civil público para apurar suposto ato de improbidade administrativa cometido pelo ex-governador Joaquim Roriz (PMDB). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de ontem. A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público vai investigar a relação do peemedebista com negócios envolvendo a construção e a compra de apartamentos no Edifício Monet, localizado em Águas Claras. Há a suspeita de que a empresa WJR Engenharia, construtora responsável pela edificação, doou unidades do prédio a pessoas próximas de Roriz em troca de um financiamento do Banco de Brasília (BRB) liberado durante o governo anterior para a construção do empreendimento imobiliário. o MP descobriu que algumas das unidades do Residencial Monet estavam em nome de pessoas ligadas a Roriz, como as duas filhas do ex-governador: a distrital Jaqueline Roriz (PSDB) e Weslliane Roriz. Foto de Daniel Ferreira.

Governo assina contrato para começar o VLP


O governo do Distrito Federal assinou nesta quarta-feira (5/8) um contrato de empréstimo de R$ 27 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O dinheiro é parte de um programa do governo federal que disponibiliza empréstimos emergenciais às unidades da federação. O DF foi a sétima unidade a recorrer ao banco, que já tem aprovados mais oito empréstimos para outros estados.O dinheiro conseguido com o BNDES será usado para dar início às obras do Veículo Leve sobre Pneus (VLP), que depende agora de uma licença de instalação. A obra ligará o Gama a Santa Maria. Para começarem os trabalhos o governo investirá ainda R$ 10 milhões do orçamento do GDF.O governo ainda busca um empréstimo de R$ 300 milhões para continuar a instalação do VLP, que deve ter um custo total de R$ 600 milhões e ser concluído em quatro anos.O corredor Gama/Santa Maria atenderá a uma população aproximada de 600 mil pessoas, que serão transportadas em veículos com capacidade para até 160 passageiros.

Desafios do governador Arruda

Será lançado às 19h30 de hoje, no Iate Clube de Brasília, a segunda publicação sobre os desafios do governador José Roberto Arruda à frente do GDF. O livro Compromisso com Brasília retrata seu trabalho durante o segundo ano de governo. A publicação é uma iniciativa do presidente da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do DF, Adalberto Cleber Valadão, e de Fausto Salim, da gráfica Charbel.

5 de ago de 2009

14º salário para os professores

No encontro da bancada governista da Câmara Legislativa com o governador José Roberto Arruda, ontem pela manhã, os distritais ouviram que a prioridade das prioridades, para o trabalho deste semestre, será a aprovação do projeto que cria o 14º salário para os professores. É aquele prêmio para os que conseguem bons resultados. Cumprindo o que prometera, a deputada Jaqueline Roriz não foi ao encontro do governador. Considera-se oficialmente desligada da bancada do Buritinga.

Vida de suplente


Vida de suplente não é fácil. Quando menos se espera, lá se foram gabinete, status e verba de representação. No caso do Distrito Federal, onde nada menos do que quatro deputados federais e cinco distritais ocupam cargos no governo, a sensação de insegurança é ainda maior. Que o digam os suplentes do DEM na Câmara Legislativa, submetidos a sucessivas idas e vindas por conta da secretária do Desenvolvimento Social, Eliana Lucena. Agora chegou a vez de José Edmar, do PR. Foi só aparecer na Câmara dos Deputados o projeto que reestrutura a carreira de policial para que o deputado Alberto Fraga corresse da Secretaria dos Transportes para a Câmara. José Edmar foi pego de surpresa e não sabe quando volta. Nem se volta.

4 de ago de 2009

Médicos da rede pública podem entrar em greve

O Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico) realiza, hoje, assembleia geral da categoria para definir se os profissionais da rede pública local entram ou não em greve. De acordo com o presidente do sindicato, Gutemberg Fialho, há 30 dias eles se reuniram com o governador José Roberto Arruda para discutir o cumprimento do acordo fechado no ano passado. O presidente afirmou, ainda, que a imagem hoje da saúde no DF é reflexo do que o médico enfrenta no seu dia-a-dia: sobrecarga de trabalho e péssimas condições. “Desde o ano passado estamos esperando por melhores condições de trabalho e contratação de mais médicos e até agora nada”, explica Fialho. A Secretária de Saúde do DF informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que no momento está negociando com o sindicato, e que o órgão não se pronunciará acerca da suposta indicação de greve. O sindicato já teria em mãos uma proposta do GDF, que foi apresentada na quinta-feira (30), da semana passada. Hoje a proposta deverá ser apresentada para os filiados, que se reúnem, às 19h, na sede do sindicato. O presidente da entidade acredita que hoje será definido o que for melhor para os médicos e por consequência para a população. “Com o cumprimento do acordo, não só os médicos vão sair ganhando, mas a população também”, ressalta o médico.

Distritais voltam ao trabalho com agenda cheia


Os deputados distritais vão começar um semestre movimentado de trabalhos a partir desta terça-feira (4/8). Disputa pela vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal, votação do orçamento de 2010, aumento de tributos, além de discussões sobre o Plano Diretor de várias regiões. Essa é a pauta visível da Câmara Legislativa para os próximos seis meses. A invisível é o debate político que promete esquentar cada vez mais à medida em que 2010 se aproxima.As eleições já começam a mexer com o dia-a-dia dos deputados e, principalmente, influenciar todas as ações dos políticos que esperam concorrer no próximo ano. Todo mundo quer estar bem posicionado para entrar na campanha com mais chances. Nesse planejamento estratégico, vale votar contra o governo para favorecer os candidatos da oposição ao GDF, adotar estratégias para incomodar a cúpula do governo, como ameaças de criação de Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI), ou até mesmo se ausentar de votações importantes.

Prudente convoca prima - será que é nepotismo ou favorecimento?

A arquiteta Denise Prudente de Fontes Silveira passou há três anos no concurso da Câmara Legislativa para trabalhar como consultora legislativa na área de Desenvolvimento Urbano. Só agora, no entanto, na gestão do primo Leonardo Prudente (DEM), presidente da Casa, ela terá oportunidade de assumir o cargo. A urbanista está entre os 32 novos servidores convocados por ato do deputado distrital publicado no Diário oficial da última quarta-feira, com salário inicial de R$ 9,5 mil. O edital do concurso, de outubro de 2005, previa o preenchimento de três vagas para a área de Desenvolvimento Urbano. Denise Prudente foi a quinta colocada. Não se pode dizer que ela seja uma novata na Câmara. Denise Prudente já foi funcionária comissionada por indicação do primo e também atuou em funções importantes no Governo do Distrito Federal. Foi subsecretária de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente e trabalhou como gerente de Projetos Especiais da Codhab (Companhia de Desenvolvimento Habitacional de Brasília), por indicação do deputado distrital. Ela foi o braço direito de Prudente durante a fase de discussão do Pdot. "Denise é uma técnica competente, respeitada por todos os deputados e que passou muito bem no concurso. Na legislatura passada, ajudou bastante muita gente, como a Arlete (Sampaio, do PT)", justificou Prudente. Com informações do blog da Ana Maria Campos.

3 de ago de 2009

De casa nova


De olho nas eleições de 2010, o presidente regional do Partido de Mobilização Nacional, Luiz França recebe a direção nacional do PMN, e vários convidados para inauguração da nova sede regional do partido na próxima quinta-feira em ceilândia. Em um ambiente de oito salas e auditorio para mais de cem pessoas, o presidente regional afirma que o partido promente crescer muito nas próximas eleições. A foto ao lado é meramente ilustrativa.

Relatório com data marcada

Informação do deputado Laerte Bessa, autor do pedido de intervenção nacional no PMDB-DF: o relatório da Comissão de Ética da legenda sobre o assunto deve sair no dia seis de agosto. E a disputa deverá ser discutida em audiência no dia 13.