6 de ago de 2009

MP investiga Roriz por imóveis suspeitos

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) instaurou oficialmente inquérito civil público para apurar suposto ato de improbidade administrativa cometido pelo ex-governador Joaquim Roriz (PMDB). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de ontem. A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público vai investigar a relação do peemedebista com negócios envolvendo a construção e a compra de apartamentos no Edifício Monet, localizado em Águas Claras. Há a suspeita de que a empresa WJR Engenharia, construtora responsável pela edificação, doou unidades do prédio a pessoas próximas de Roriz em troca de um financiamento do Banco de Brasília (BRB) liberado durante o governo anterior para a construção do empreendimento imobiliário. o MP descobriu que algumas das unidades do Residencial Monet estavam em nome de pessoas ligadas a Roriz, como as duas filhas do ex-governador: a distrital Jaqueline Roriz (PSDB) e Weslliane Roriz. Foto de Daniel Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário