5 de ago de 2009

Vida de suplente


Vida de suplente não é fácil. Quando menos se espera, lá se foram gabinete, status e verba de representação. No caso do Distrito Federal, onde nada menos do que quatro deputados federais e cinco distritais ocupam cargos no governo, a sensação de insegurança é ainda maior. Que o digam os suplentes do DEM na Câmara Legislativa, submetidos a sucessivas idas e vindas por conta da secretária do Desenvolvimento Social, Eliana Lucena. Agora chegou a vez de José Edmar, do PR. Foi só aparecer na Câmara dos Deputados o projeto que reestrutura a carreira de policial para que o deputado Alberto Fraga corresse da Secretaria dos Transportes para a Câmara. José Edmar foi pego de surpresa e não sabe quando volta. Nem se volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário