27 de jan de 2010

Geraldo Naves é o novo presidente da CPI que investiga esquema de corrupção no DF


A CPI da Corrupção da Câmara Legislativa trocou o presidente da comissão antes mesmo de começar a investigar o esquema de propinas montado no governo do Distrito Federal.
Pressionado pelo PPS para abandonar o bloco de apoio ao governador José Roberto Arruda, o deputado Alírio Neto (PPS) foi substituído pelo deputado Geraldo Naves (DEM).
Neto deixou nesta terça-feira (26) o bloco PMDB-PPS e, com isso, a vaga na comissão parlamentar de inquérito foi reivindicada pelos peemedebistas, no critério de proporcionalidade das bancadas na Casa.
"Por determinação do meu partido me desliguei do bloco do PMDB, e é de bom senso indicar alguém que não tenha sido citado no inquérito. Vou continuar contribuindo com a CPI, mesmo fora dela, com a esperança de que os trabalhos vão ter continuidade", disse Alírio.
O bloco do PMDB conta com três deputados, todos citados como suspeitos de envolvimento no esquema de propinas: Eurides Brito, Roney Nemer e Benício Tavares, e por isso repassou para o Democratas, indicando o nome do deputado Geraldo Naves para ocupar o cargo.
Hoje (27), a Câmara Legislativa do DF vai eleger o novo presidente, após a renúncia do deputado Leonardo Prudente (sem partido).

Nenhum comentário:

Postar um comentário