5 de fev de 2010

Naves pede afastamento da CCJ e da CPI da Codeplan


O distrital Geraldo Naves (DEM) pediu afastamento nesta sexta- feira (5/2) da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Legislativa e da CPI da Codeplan, da qual era membro. O pedido foi feito na manhã de hoje. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do deputado. Com a atitude, o distrital quer demonstrar isenção com relação ao julgamento dos pedidos de impeachment que circulam na Casa contra o governador José Roberto Arruda (sem partido). O deputado Geraldo Naves é apontado por Sombra como o homem que lhe entregou um bilhete de Arruda com uma possível tentativa de suborno. O bilhete foi apresentado por Sombra à Polícia Federal (PF) para comprovar a pressão sofrida para alterar seu depoimento à Operação Caixa de Pandora. Segundo Naves, que admitiu a entrega do bilhete em nome do governador em dezembro de 2009, o recado de Arruda tinha o objetivo de tranquilizar o jornalista. De acordo com o distrital, Sombra temia uma queda no número de anúncios publicitários e de verba de patrocínio em seu jornal depois do escândalo denunciado pelo ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa, seu amigo. O receio de Sombra teria sido apresentado ao governador que, na ocasião, escreveu o bilhete e o entregou ao parlamentar para que fosse repassado. Com informações do Correioweb.

Nenhum comentário:

Postar um comentário