9 de mar de 2010

Pedro Passos é condenado por agressão


A juíza Joana Cristina Brasil Barbosa Ferreira condenou o ex-deputado distrital Pedro Passos (foto) a três meses de detenção por ter agredido o diretor do Sindicato dos Bancários de Brasília Rafael Zanon. A agressão ocorreu durante um evento de Folia de Reis na Granja do Torto em 2007. No momento da agressão, Zanon se encontrava sentado, com seu filho de 2 anos de idade no colo, ao lado de sua companheira que, na ocasião, estava grávida de seis meses. A agressão ocorreu após o ex-deputado ter sido vaiado no momento em que discursava. A decisão é de primeira instância e cabe recurso.
À época, o Sindicato ingressou com representação na Câmara Legislativa pedindo a cassação do mandato do distrital por quebra de decoro parlamentar. Pedro Passos renunciou alguns meses depois para evitar a cassação em plenário por estar supostamente envolvido no escândalo denunciado pela operação Gautama, deflagrada pela Polícia Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário