13 de jun de 2009

Pacote para tirar a Saúde da UTI

"O serviço não está razoável. É preciso melhorar e em médio prazo vamos colher os resultados". Com essa frase, o Governador Arruda anunciou um pacote de medidas para tentar tirar a saúde do DF da UTI, vão ser investidos mais de R$ 500 milhões. Veja o que está previsto:



Parceria Público-Privada para construção dos hospitais do Recanto da Emas e de São Sebastião;

Ampliação da jornada de trabalho de 151 médicos;

Criação de 99 novos leitos em UTIs;

Contratação de empresas para o serviço de emtrega de remédios em casa;

Credenciamento de hospitais da rede privada para realização de 5 mil cirurgias;

Contratação de 1.095 profissionais de saúde, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário