17 de set de 2009

Sai Luiz França, entra Roriz

Uma manobra da direção nacional destituiu ontem a executiva regional do PMN no DF, que era presidida por Luiz França, diretor geral do Na Hora, estrutura do Serviço de Atendimento Imediato ao Cidadão do GDF. Ao saber da sua queda, e ainda surpreso com o golpe de estado, França reuniu-se com o governador José Roberto Arruda, informando da situação no partido que presidia desde 2006 e pelo qual foi candidato a deputado federal, obtendo 6,8 mil votos. A legenda, agora, cai nos braços do ex-governador Joaquim Roriz, que anunciou ontem sua saída do PMDB e deve se filiar em breve ao PMN para disputar as eleições a governador em 2010. Já prevendo que sua pretensão de destituir o deputado federal Tadeu Filippelli do comando do PMDB-DF fracassaria, Roriz antecipou-se e costurou a destituição de França diretamente com a secretária-geral do PMN, Telma Ribeiro dos Santos, num encontro que teria acontecido na capital paulista. A negociação foi dura, já que o capital político do PMN não é de se jogar fora. O partido tem cinco deputados federais, prefeitos em 13 estados e um deputado distrital, Pedro do Ovo. Além disso, Aylton Gomes , titular da vaga na Câmara Legislativa, hoje ocupa a administração regional de Planaltina. Com a manobra, Roriz ganha tempo de televisão, na avaliação dele fundamental para a campanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário