20 de jul de 2010

Primeira dama impede desocupação de área irregular no Lago Sul


A primeira dama do Distrito Federal, Karina Rosso, impediu uma desocupação de área irregular no Lago Sul realizada pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) nesta terça-feira (20). “Vocês só vão derrubar se, primeiro, derrubarem as casas dos bacanas”, desafiou Karina que se colocou em frente aos agentes O local era usado como estacionamento de ambulâncias.
Segundo a Agefis, a empresa que utiliza a área de 400 metros quadrados estava ocupando irregularmente o local. A gerente da empresa, Neide Coelho, apresentou um documento em que a Administração do Lago Sul dava 120 dias para o terreno ser desocupado. A Agefis não aceitou o documento. César Lacerda, administrador do Lago Sul, esteve no local e garantia que faria um documento liberando a permanência da empresa na área. Mas, a Agefis insistia em retirar a empresa naquele momento. Segundo a Agefis, a permanência da empresa no local só foi possível porque o administrador fez um documento autorizando o prazo de 120 dias para retirada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário