4 de mai de 2011

CPI do Pró-DF será instaurada em quinze dias

Os líderes dos blocos partidários da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) definiram, em reunião na tarde de ontem (3/5), que a primeira Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada pela Casa será a do Pró-DF. Os trabalhos da comissão, que vai apurar irregularidades em programas de apoio ao empreendimento produtivo, deverão começar em quinze dias. Antes, haverá a escolha do presidente e do relator da instância.Para compor a comissão, cada bloco indicou um membro titular e um suplente. O Bloco PT/PRB será representado por Chico Leite (PT) e Chico Vigilante (PT); o Bloco Avanço Democrático (DEM/PTdoB/PRTB/PMN) por Eliana Pedrosa (DEM) e Raad Massouh (DEM); o Bloco PTB/PP/PR/PSDB por Aylton Gomes (PR) e Cristiano Araújo (PTB); o Bloco da Renovação Democrática Popular (PPS/PSB/PDT) por Israel Batista (PDT) e Joe Valle (PSB) e o Bloco PMDB/PSL/PTC/PSC por Olair Francisco (PTdoB) e Welington Luiz (PSC). Em 27 de janeiro, o governador do DF Agnelo Queiroz suspendeu por 90 dias a concessão de lotes do programa para fazer um pente-fino nos contratos. O Executivo teria se surpreeendido com a quantidade de processos aprovados no último ano. Dos 383 processos de concessão analisados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), 273 já foram auditados.Em 2009, houve indicação de 214 áreas para a implantação de empreendimentos produtivos no DF. Em 2007, foram apenas 52 concessões. O prazo de suspensão do Pró-DF poderá ser prorrogado por mais 90.
Com informações do correioweb.

Nenhum comentário:

Postar um comentário