13 de jun de 2012

Agnelo é cobrado por contratos com filhos de Filippelli


Em seu depoimento desta quarta-feira na CPI mista do Cachoeira, o governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), será confrontado com o fato de seu governo haver feito pagamentos de R$ 653 mil, por serviços de publicidade, à empresa Aerochanel, que tem como sócios Bruno e Roberto Filippelli, filhos do vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB).
 Opositores sustentam que o caso seria de improbidade.

Empresa veterana -- Tadeu Filippelli informou que a Aerochanel atua há muitos anos no DF e que no atual governo registrou uma queda acentuada de faturamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário